15 janeiro 2017

Copa São Paulo de Futebol Júnior 2017: Santos perde para o Avaí e está eliminado da competição

O Avaí chegou para o confronto contra o Santos, na sexta-feira (13/01), com 100% de aproveitamento na Copinha e mostrou eficiência para vencer mais uma e ficar com a vaga nas oitavas de final. Apesar da posse de bola maior do Peixe, o time de Santa Catarina mostrou muita eficiência desde o início da partida, levando muito perigo nas vezes em que conseguia criar chances de gol. No primeiro tempo, o Avaí quase marcou em um lance que o zagueiro Matheus cortou em cima da linha. Na segunda etapa, o gol saiu aos 29, com Vinícius Baiano, que marcou seu quinto gol no torneio. O Santos ainda acertou a trave, no cabeceio de Matheus, no fim. Mas o Avaí segurou os Meninos da Vila para garantir a vaga nas oitavas, para encarar o Juventus-SP, que eliminou o Fluminense.

Primeiro tempo

O Avaí começou a partida pressionando o Santos e criou duas boas oportunidades nos primeiros cinco minutos. Depois, o Santos passou a pressionar a saída de bola do time catarinense e cresceu no jogo. Apesar do controle da posse de bola, o Peixe criou as melhores chances em arremates de fora da área. E, mesmo assim, foi o Avaí que chegou mais perto de abrir o placar, aos 36 minutos. A bola cruzada da esquerda passou por todo mundo na pequena área, e só não entrou depois do cabeceio de Filipe porque o zagueiro Matheus cortou em cima da linha.

Segundo tempo

O Avaí voltou pressionando o Santos na segunda etapa e criou a primeira boa chance logo aos 4 minutos. Filipe dominou no peito e não pegou em cheio na bola, dando a chance para o goleiro Fernando Castro fazer a defesa. Aos 29, em um belo lançamento de Foguinho, Juninho cruzou para o meio da área e Vinícius Baiano apareceu completamente livre para desviar para o gol e colocar o Avaí em vantagem. O Santos passou a apostar nas bolas levantadas para a área, mas a defesa do Avaí estava bem postada. Na melhor oportunidade de empatar, Matheus cabeceou na trave, e Jonathan tentou o chute no rebote, mas Léo Lopes fez a defesa no reflexo.

O Avaí, que tem uma das melhores campanhas na Copinha até aqui, vai jogar novamente na Arena Barueri no domingo, contra o Juventus-SP. O adversário da equipe catarinense nas oitavas de final derrotou o Fluminense por 2 a 1, de virada, na Rua Javari.

Fonte: globoesporte.com

Leia Mais »

12 janeiro 2017

Copa São Paulo de Futebol Júnior 2017: Santos vence pelo placar minímo o Flamengo-SP e avança na competição

Com mais um placar magro, o Santos avançou à terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Depois de uma campanha de poucos gols na fase de grupos, o Peixe venceu o Flamengo-SP por 1 a 0, na tarde desta quarta-feira, na Arena Barueri, e deu mais um passo na busca pelo quarto título de sua história na competição. O gol da classificação santista foi marcado pelo zagueiro Renan Nascimento, ainda no primeiro tempo.

Na terceira fase da Copinha, o Santos agora enfrenta o Avaí, que venceu o Rio Branco-AC por 3 a 0. A Federação Paulista de Futebol ainda não divulgou a tabela completa da próxima fase, mas o próximo jogo do Peixe acontece na sexta-feira.

O jogo

O Santos foi quem teve as principais chances de gol no início da partida, a primeira dela logo aos dois minutos, com Ton Ton desviando de cabeça uma cobrança de falta. Já o Flamengo-SP, por mais que tentasse chegar ao ataque, tinha dificuldade para articular as jogadas. O Peixe, então, seguiu tendo o controle do jogo e quase abriu o placar com um golaço aos 21, quando Léo Souza completou de letra um cruzamento rasteiro. A bola passou perto da meta de Marcos Bezerra.

Depois de alguns minutos sem grandes emoções, o Santos voltou a levar perigo em uma cobrança de falta de André Anderson, aos 31 minutos. Os santistas finalmente balançaram as redes aos 41. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Renan Nascimento subiu no meio da defesa do Flamengo-SP e cabeceou para fazer 1 a 0. Dessa forma, o Peixe foi para o intervalo com a vantagem no placar.

Na volta dos vestiários, o Santos já não chegava ao ataque com tanta frequência, e o primeiro bom lance da segunda etapa foi do Flamengo-SP, aos nove minutos, em um chute de longe de Brainer que Fernando Castro espalmou para escanteio. O Peixe respondeu em uma jogada em que Léo Souza foi lançado por Ton Ton e bateu cruzado, mas mandou para fora.

O Flamengo-SP seguia tentando o gol de empate e conseguia chegar à área adversária em alguns momentos. As principais jogadas da equipe de Guarulhos tinham Gean como alvo, mas o centroavante não aproveitou as chances que teve. Do outro lado, o Santos também conseguia criar lances de perigo, mas pecava na finalização.

O jogo seguiu franco, com os dois times buscando o ataque, até que, aos 43 minutos, o Flamengo-SP teve a grande chance de empatar, mas Fernando Castro salvou o Santos ao defender um chute cara a cara com Gean. Os santistas deram o troco nos minutos finais com duas chances claras de Richard Luca. Na primeira ele chutou na trave. Na segunda, Marcos Bezerra defendeu. Com isso, o jogo terminou com vitória do Santos por 1 a 0.

Fonte: globoesporte.com
Leia Mais »

Copa São Paulo de Futebol Júnior 2017: Corinthians goleia e avança para a terceira fase da competição

O Corinthians ratificou o seu poderio ofensivo ao vencer na noite desta quarta-feira o Manthiqueira-SP por 5 a 1, no Joaquinzão, em Taubaté (SP), e avançar à terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

O adversário por uma vaga nas vaga nas oitavas de final vai ser o Coritiba, nesta sexta-feira, no jogo preliminar, bateu o Taubaté por 3 a 0. Marquinhos, Mantuan, Pedrinho, Renan Areias e Carlinhos balançaram a rede para o Timão.

Com os cinco gols marcados diante do time de Guaratinguetá, o maior campeão da Copinha, com nove títulos, chegou aos 18 tentos marcados em quatro jogos nesta edição 2017 da tradicional competição, uma média de 4,5 gols por jogo.

O JOGO

Desde o começo do jogo, o Corinthians deixou claro que era superior e passaria a maior parte do tempo no seu campo de ataque. O primeiro gol veio após uma bola parada. Aos 22, Fabrício Oya cobrou escanteio pela esquerda, Del'Amore mandou para a pequena área e Marquinhos marcou. O Corinthians continuou pressionando, mas não conseguiu ampliar o marcador ainda no primeiro tempo.

O Timão voltou com tudo no segundo tempo e precisou de apenas um minuto para fazer o segundo gol. Foi do volante Mantuan. O capitão corintiano recebeu de Pedrinho dentro da área e concluiu com perfeição. Com muita tranquilidade, o Alvinegro chegou ao terceiro, aos 33, com Pedrinho.

Ainda haveria tempo para mais dois gols. Aos 41, Renan Areais recebeu dentro da área e bateu com categoria. E, aos 44, o artilheiro Carlinhos fez o quinto, com um chutaço de canhota, de fora da área. O centroavante soma sete gols na Copinha. Nos descontos, aos 47, Felipe descontou para o Manthiqueira, em cobrança de falta.

Fonte: globoesporte.com

Leia Mais »

11 janeiro 2017

Copa São Paulo de Futebol Júnior 2017: Palmeiras perde para o Sport e está eliminado da competição

O Sport derrotou o Palmeiras nesta terça-feira, por 1 a 0, eliminando a equipe alviverde na segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara. O único gol da partida foi marcado pelo atacante Wallace, aos dois minutos da segunda etapa, aproveitando um chute cruzado de Bala. Os atacantes Léo Passos, Gabriel Barbosa e Iacovelli não aproveitaram as chances criadas pelo Verdão e se despediram da Copinha 2017. Classificado, o Sport reencontra o Batatais, adversário que o derrotou na abertura da competição, por 3 a 2.

O Sport encontrará na terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior um "velho conhecido". O Batatais, que o derrotou na estreia da competição, em Cravinhos, será o adversário. Partida pode ser considerada uma revanche para o Leão. Federação Paulista de Futebol ainda não divulgou data, horário e local dos confrontos da próxima fase.

Torcida vaia

Os torcedores do Palmeiras que foram a Araraquara não gostaram das substituições do técnico João Burse. O treinador tirou os principais jogadores do Verdão: o centroavante Gabriel Barbosa, o atacante Juninho e o volante Cadina. Iacovelli, que entrou na segunda etapa, quase marcou de voleio, mandando a bola por cima do gol de Lucas.

Fuzato é destaque

Embora não tenha evitado gol de Wallace, o goleiro Fuzato fez mais uma boa partida pelo Verdão. Nesta terça-feira, o arqueiro palmeirense evitou o segundo gol do Sport ao defender a cobrança de pênalti de Araçoiaba, já aos 50 minutos da segunda etapa.

Chances desperdiçadas

O Palmeiras não fez uma grande partida, mas criou boas oportunidades para abrir o placar e até empatar a partida. As duas melhores chances caíram nos pés de Léo Passos. No primeiro tempo, o camisa 19 tentou desviar o cruzamento forte de Cadina, mas mandou por cima. Na segunda etapa, um cabeceio parou na bela defesa do goleiro Lucas.

Oportunismo

O chute de Bala aos dois minutos da etapa complementar parecia sem direção, estava sem força, mas encontrou o centroavante Wallace pelo caminho. Com um leve toque, o camisa 9 do Sport balançou a rede e garantiu a vitória sobre o Palmeiras, eliminando mais um grande paulista - o São Paulo foi derrotado pela Chapecoense nesta terça-feira.

Fonte: globoesporte.com

Leia Mais »

10 janeiro 2017

Copa São Paulo de Futebol Júnior 2017: São Paulo perde para a Chapecoense nos pênaltis e dá adeus a competição

Era Capivari, mas parecia Chapecó. Numa cidade de interior, em um estádio acanhado, com o eco de "vamo, vamo, Chape" por todos os lados, o time mais admirado do futebol mundial desbancou a maior potência do sub-20 do Brasil na atualidade. Depois de conter toda a pressão tricolor por 90 minutos (alguns deles com um jogador a menos), a Chapecoense eliminou o São Paulo nos pênaltis (4 a 2) e avançou à terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

O time sub-20 foi para a Copinha para representar a camisa da Chape, que o mundo abraçou desde a tragédia em 29 de novembro, na Colômbia, que vitimou 71 pessoas, entre jogadores, dirigentes e comissão técnica antes da final da Copa Sul-Americana. E fez mais: passou de fase e, logo no primeiro jogo eliminatório, tirou um dos grandes favoritos. Agora, encara o Capivariano.

Queda precoce

Ao São Paulo, resta amargar o primeiro revés em tempos (vinha de cinco taças conquistadas em 2016). Diante de uma torcida quase que totalmente contra (exceção feita, claro, às centenas de tricolores que estiveram na Arena Capivari), o time paulista tomou a iniciativa do jogo, mas criou poucas chances em comparação ao que estava acostumado a fazer na primeira. Viu a decisão ir para os pênaltis e ficou sem reação diante da força mostrada pelo adversário.

PRIMEIRO TEMPO

Um primeiro tempo previsível, apesar da falta de gols, para quem esperava domínio do São Paulo diante da Chapecoense. O Tricolor, como costuma fazer desde que a atual geração entrou em cena, controlou as ações da partida desde o início, mas não encontrou facilidades como na primeira fase. A marcação cerrada da Chape permitiu apenas uma boa chance, em cabeceio de Militão defendido por Tiepo. No restante, o time paulista ficou com a bola, mas precisou arriscar muito de longe, sem perigo. O Verdão, ao contrário, garantiu uma defesa sólida como era a primeira meta, mas não teve espaços para contra-ataques ou oportunidades na bola parada.

SEGUNDO TEMPO

A etapa final foi mais aberta, com chances claras para os dois lados. Se o São Paulo assustava em chutes de longe, como o de Leo Natel, a Chapecoense respondia na velocidade pelas pontas e bola parada. Foi assim que saiu a melhor oportunidade do jogo, já no fim, quando Rhainer cabeceou no travessão após cobrança de escanteio de Vini. O jogador, no entanto, foi expulso no lance seguinte. O Tricolor tentou pressionar nos minutos finais, mas o time alviverde soube se fechar também com dez homens em campo.

Nas penalidades, o goleiro Tiepo defendeu logo de cara a cobrança de Militão, apontou para o céu e agradeceu. Ainda viu Geovane mandar pela linha de fundo e, por fim, o companheiro de Chape, Ned, converter o quinto pênalti - Ronei perdeu um para o time catarinense - e garantir a vaga na terceira fase. Isso foi o ponto de partida para uma bela festa com os torcedores no alambrado e, ainda, de um momento de oração no centro do gramado, que terminou com gritos de "vamo, vamo, Chape".

Fonte: globoesporte.com

Leia Mais »

08 janeiro 2017

Supercopa da Itália 2016: Milan derrota a Juventus, nos pênaltis, e conquista um título após 5 anos

Desde 2011, o Milan não sabia o que era levantar uma taça. Numa temporada em que o Juventus sobra no futebol italiano, o Rossonero contou com o brilho de sua maior estrela, o goleiro Donnarumma, para vencer a Supercopa da Itália. No duelo, que aconteceu em Doha no dia 23/12/16 , no Catar, empate em 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação. A decisão foi para os pênaltis e Buffon, que fazia seu jogo de número 600 por seu clube, defendeu logo a primeira cobrança. Mas, depois de Mandzukic desperdiçar, chutando no travessão, Donnarumma voou para pegar o chute de Dybala. Coube a Pasalic mandar para o gol e comemorar o fim de um jejum incômodo, de cinco anos, justamente desde a última conquista de uma Supercopa da Itália.

90 MINUTOS

O Juventus começou melhor na partida e deu trabalho para Donnarumma logo no início, até que Chiellini abriu o placar, aos 17 minutos, após cobrança de escanteio. A Velha Senhora dominava o confronto, mas tudo mudou a partir dos 32, com a saída de Alex Sandro, lesionado. Suso passou a aproveitar os espaços deixados por Evra e criou as principais oportunidades para o Milan, como no cruzamento para Bonaventura empatar, aos 38. O meia rossonero seguiu incomodando no segundo tempo, levou seu time à frente e por pouco não decidiu o jogo aos 37, ao colocar a bola na cabeça de Bacca, que cabeceou firme, mas parou em grande defesa de Buffon. A decisão foi, então, para a prorrogação.

PRORROGAÇÃO

À exemplo do segundo tempo, foi o Milan quem começou assustando e por pouco não marcou, logo no primeiro minuto, com Bacca. Porém, o cansaço bateu nos jogadores e o Juventus passou a dominar o confronto. A Velha Senhora se mandou para o ataque e chegou a marcar, com Evra, mas o lateral estava impedido no lance. Dybala ainda perdeu grande oportunidade de frente para o gol, e Donnarumma teve grande intervenção no último minuto, ao travar o chute do atacante argentino. Com o 1 a 1 no placar, a decisão ficou mesmo para os pênaltis.

PÊNALTIS

O Juventus saiu na frente, com Marchisio cobrando bem e Buffon fazendo a defesa logo no primeiro chute do Milan, após cobrança mal feita de Lapadula. Porém, Mandzukic perdeu logo em seguida, acertando o travessão. O placar se manteve igual até que Donnarumma brilhou. O jovem goleiro voou na cobrança de Dybala e fez uma grande defesa, em chute que foi forte e alto. Em seguida, coube a Pasalic bater com perfeição e garantir o título do Milan.


Jogadores do Milan comemoram o título da Supercopa da Itália 2016.

Parabéns ao Milan pela conquista da supercopa da Itália 2016!!!

Fonte: globoesporte.com
Leia Mais »

06 janeiro 2017

Copa do Brasil 2017: Corinthians e São Paulo, estreiam na primeira fase da competição fora de casa

A CBF anunciou nesta quinta-feira as datas das partidas da primeira fase da Copa do Brasil. O destaque do primeiro dia, 8 de fevereiro (quarta-feira), é o Corinthians, que joga fora de casa contra a Caldense (MG), em Poços de Caldas. No dia seguinte entram em campo São Paulo, que vai São Luís enfrentar o Moto Clube, e Vasco, que duela com o Santos do Amapá.

A primeira fase será complementada nos dias 15 e 16 de fevereiro, com Cruzeiro, Fluminense, Internacional e Bahia, entre outros. São 80 participantes disputando 40 jogos. Nas oitavas de final entram os times que disputam a Libertadores (Palmeiras, Santos, Flamengo, Atlético-MG, Botafogo, Atlético-PR, Grêmio e Chapecoense), o campeão da Série B (Atlético-GO), o campeão da Copa do Nordeste (Santa Cruz) e o campeão da Copa Verde (Paysandu).

Vale lembrar que a primeira fase da Copa do Brasil terá uma novidade em 2017. Ela será em jogo único, no qual o time visitante se classifica com um empate. A segunda fase também será decidida em uma partida, mas com disputa de pênaltis em caso de igualdade no tempo normal.

Fonte: globoesporte.com
Leia Mais »

Copa São Paulo de Futebol Júnior 2017: Santos sofre, mas vence na estreia da equipe na competição

No papel, o time paulista entrou em campo com apenas um volante de marcação, Guilherme Nunes. Tentou criar, mas fez pouco diante da fragilidade do adversário. No primeiro tempo, que teve uma paralisação de 20 minutos por causa da queda de energia na Arena Barueri, foram apenas três chances de gol.

Logo no início da etapa final, Geovane, meia de origem, que completa a dupla de volantes do Peixe, abriu o placar ao completar um bate-rebate dentro da área. E o jogo melhorou, com a equipe cearense do técnico Mozart Barbosa saindo para o jogo e quase conseguindo o gol de empate. Até o fim, foram aos menos duas chances de gol para cada lado.

No outro jogo do Grupo 25, o Audax ganhou de 2 a 1 do Rio Branco, do Acre, e também somou três pontos na tabela. Na sexta-feira, às 18h (de Brasília), o Audax enfrenta o Floresta, e o Santos pega o Rio Branco, às 20h. Após três jogos, passam para a fase de mata-mata da Copinha os dois times mais colocados de cada grupo.

Fonte: globoesporte.com
Leia Mais »

04 janeiro 2017

Copa São Paulo de Futebol Júnior 2017: Portuguesa estreia na competição com derrota para a Juventus

Com lotação máxima na rua Javari, o Juventus estreou com vitória na Copa São Paulo 2017. O time grená reeditou um clássico do futebol paulista contra a Portuguesa e venceu pelo placar mínimo: 1 a 0, gol de Moicano, aos 38 minutos do primeiro tempo.

No segundo jogo do dia no estádio, o Figueirense empatou com o Sete de Setembro-AL. O gol do time catarinense foi marcado por Luis Fernando, aos 17 minutos do primeiro tempo. Felipe empatou o jogo, ainda na primeira etapa, e deu números finais à partida.

Com os resultados, o Juventus lidera o grupo 28 da Copa SP. O Moleque Travesso enfrenta o time de Alagoas na próxima rodada, na sexta-feira, enquanto o Figueirense pega a Portuguesa.

Fonte: globoesporte.com
Leia Mais »

Copa São Paulo de Futebol Júnior 2017: Corinthians, assim, como o São Paulo, também estreia com goleada na competição

Na tribuna de honra do estádio Joaquinzão, em Taubaté (SP), o técnico Fábio Carille deve ter gostado bastante do que viu na noite desta quarta-feira. Sob olhar do treinador da sua equipe profissional, o Corinthians, maior vencedor da história da Copa São Paulo de Futebol Júnior, com nove títulos, estreou na edição de 2017 da competição da categoria júnior com uma sonora goleada por 6 a 0 sobre o Pinheiro-MA. Os gols do Timão foram marcados por Carlinhos (2), Mantuan (2), Pedrinho e Guilherme Romão. Com o triunfo, o time do Parque São Jorge igualou o arquirrival São Paulo, que fez 6 a 0 no Genus, com a maior goleada até aqui da Copinha deste ano.

PRIMEIRO TEMPO

O Corinthians só precisou de dois minutos para abrir o placar. Após jogada de Mantuan, a bola sobrou na esquerda da área para o lateral-esquerdo Guilherme Romão, que bateu forte, sem defesa para o goleiro Chico. O Timão pressionava a equipe do Maranhão e não demorou para fazer o segundo. Aos 10, após um erro do zagueiro Wescley, o atacante Carlinhos ficou com a bola e bateu no canto. Levar dois gols em apenas dez minutos desnorteou a defesa do Pinheiro-MA. Aos 19, Pedrinho deu belo passe para Fabricio Oya, que chutou em cima do goleiro Chico. O rebote voltou nos pés de Pedrinho, que fez um bonito gol de cobertura. Dois minutos depois, veio o quarto. Capitão do Timão, o volante Mantuan acertou um chute na gaveta após rebote da defesa. O quinto ainda sairia na primeira etapa. Aos 38, Marquinhos recebeu lançamento de Thiago na área, ganhou dividida com Junior Souza e rolou para Mantuan marcar outro.

O SEGUNDO TEMPO

O Timão voltou do intervalo cadenciando o jogo. Com mais trocas de bolas no meio e sem tanta pressa para concluir as jogadas, a equipe do técnico Osmar Loss sabia que a partida estava ganha e que bastaria ir para cima com afinco para fazer o sexto gol. E ele veio de pênalti, aos 16. Pedrinho trombou com Natan na área e o árbitro marcou a penalidade, que foi batida no canto direito por Carlinhos. Mesmo sem a mesma intensidade e girando o elenco, o Corinthians desperdiçou várias oportunidades. O Pinheiro-MA não desistiu de tentar algo e criou algumas chances no ataque, mas pecou na conclusão das jogadas. Assim, o Timão estreou com um 6 a 0 na briga por seu décimo título da Copinha.

TABELA

Na primeira partida da rodada dupla do Grupo 17, o Taubaté aproveitou o fato de atuar em casa e bateu o Operário-MS por 1 a 0. A equipe do Mato Grosso Sul será a rival do Corinthians na segunda rodada, nesta sexta-feira, às 21h (de Brasília). O Pinheiro-MA vai encarar o Taubaté, às 19h. Timão e Taubaté tem 3 ponts cada, mas, por conta do saldo de gols (seis contra um), o Timão lidera o grupo.

Fonte: globoesporte.com
Leia Mais »