19 setembro 2018

Liga dos Campeões 2018/19: Manchester City perde, em casa, para o Lyon na estreia das equipes na competição

O Manchester City estrou com o pé esquerdo - literalmente - na edição 2018/19 da Liga dos Campeões. Nesta quarta-feira, o time de Pep Guardiola foi surpreendido em casa e perdeu por 2 a 1 para o Lyon. Cornet e Fekir, ambos de pé esquerdo, marcaram para os franceses. Bernardo Silva diminuiu na etapa final. No outro jogo do Grupo F da competição, Shakhtar Donetsk e Hoffenheim empataram por 2 a 2 na Ucrânia.

90 MINUTOS

Sem Agüero, poupado, e Pep Guardiola, suspenso (acompanhou o jogo de um camarote), o Manchester City não teve uma noite feliz. Apesar de dominar a posse de bola (67%), os ingleses estiveram longe de controlar o jogo. E o Lyon soube aproveitar, principalmente no contra-ataque.

Os franceses ainda aproveitaram os erros individuais de Delph e Fernandinho para abrir 2 a 0 no primeiro tempo. Na etapa final, os ingleses foram para o ataque e pressionaram, mas pouco criaram chances claras. Depay ainda perdeu um gol na frente de Ederson (acertou a trave) antes de Bernardo Silva diminuir. Estreia frustrante para o City, um dos favoritos ao título.

Os dois gols do Lyon saíram após falhas individuais do City. No primeiro, Delph furou e deixou Cornet na boa para abrir o placar. No segundo, Fekir roubou a bola de Fernandinho e ampliou em belo chute da entrada da área.

Titular na vaga de Agüero, poupado por causa de dores no tornozelo, Jesus jogou por 63 minutos e teve atuação apagada. As poucas jogadas pararam no goleiro Lopes. Foi substituído pelo argentino, que quase empatou o jogo no fim.

O City volta a campo pela Liga dos Campeões apenas no dia 2 de outubro. Enfrenta o Hoffenheim, na Alemanha. No mesmo dia, o Lyon recebe o Shakhtar Donetsk na França.

Fonte: globoesporte.com
Leia Mais »

Liga dos Campeões 2018/19: Real Madrid vence a Roma na estreia das equipes na competição

A saída de Cristiano Ronaldo não parece ser um fardo para o Real Madrid. Sem o atual melhor jogador do mundo, os merengues não deram chances à Roma e conquistaram os primeiros três pontos na Liga dos Campeões da Europa. O resultado começou a ser construído ainda no primeiro tempo, quando Isco marcou de falta. Depois, na etapa final, Bale e Mariano Díaz, o novo 7 do clube madridista, balançaram as redes e deram números finais ao jogo: 3 a 0.

Quando Cristiano deixou o Real, criou-se a dúvida sobre quem ficaria com a camisa 7. Asensio era um dos favoritos, mas não levou. A responsabilidade de carregar esse número histórico do clube merengue ficou para Mariano Díaz. O atacante, que já tinha passado pelo Real e estava no Lyon, reestreou nesta quarta-feira com o pé direito: marcou o terceiro gol da vitória contra a Roma. E foi um golaço! Mariano dominou, puxou para o meio e colocou quase no ângulo do goleiro Olsen.

Cotado para ser o novo melhor do mundo, Luka Modric teve mais uma ótima atuação pelo Real Madrid. Seguro no meio-campo, o croata ainda demonstrou todo o seu talento no segundo gol merengue. Ao puxar um contra-ataque, o camisa 10 enxergou Bale sozinho e conseguiu um passe milimétrico, que deixou o companheiro na cara do gol.

Questionado neste início de temporada, o goleiro Olsen participou bastante do jogo de hoje. Como o Real foi superior desde os primeiros minutos, o arqueiro precisou trabalhar e foi bem. Sem culpa nos gols, ainda fez excelentes defesas em chutes de Modric e Kroos no segundo tempo, por exemplo. Talvez não tenha sido o suficiente para a torcida da Roma esquecer Alisson, mas foi um indício de que o novo camisa 1 tem qualidade.

Após a estreia na Liga dos Campeões, Real e Roma vão voltar as atenções para as competições nacionais. Os merengues enfrentarão o Espanyol, no sábado, pela La Liga. Já a equipe da capital italiana, jogará contra o Bologna, no domingo, pela Serie A.

A Liga dos Campeões retornará daqui a duas semanas, no início de outubro. Os madridistas visitarão o CSKA, no dia 2, enquanto a Roma receberá o Viktoria Plzen, na mesma data. Até agora, o Real é o único time com 3 pontos no Grupo G, já que Viktoria e CSKA empataram por 2 a 2 nesta quarta-feira.

Fonte: globoesporte.com
Leia Mais »

Liga dos Campeões 2018/19: Juventus estreia na competição com vitória fora de casa

Cristiano Ronaldo não teve a estreia que esperava pelo seu novo clube numa Liga dos Campeões. Expulso de forma polêmica ainda no primeiro tempo, sequer assistiu à vitória da Juventus por 2 a 0 sobre o Valencia, em pleno Mestalla. Com CR7 no vestiário, quem mais apareceu em campo foi o juiz alemão Felix Brych. Além do vermelho discutível mostrado ao craque, o árbitro apontou três penalidades máximas - duas convertidas por Pjanic, uma desperdiçada por Parejo. Sobretudo na etapa final, o Valencia metralhou o gol da Juve, com 27 finalizações, mas passou longe de ser eficiente. O que decidiu o jogo, de fato, foram os pênaltis.

A expulsão ainda aos 29 minutos do primeiro tempo de uma partida de Liga dos Campeões justifica a descarga emocional de Cristiano Ronaldo. Afinal, costuma ser essa a competição que o gajo escolhe para apresentar seu melhor futebol. Antes do cartão, arriscou chute desviado pela linha de fundo, sem perigo, e participou de duas chances reais de gol, perdidas por Manduzkic e Khedira.

No lance da expulsão, Cristiano vê o zagueiro Murillo se jogar para cavar falta e tira satisfação, dando um puxãozinho no cabelo do jogador. O juiz, com ajuda de auxiliares, interpretou a discussão como algo mais grave e deu o vermelho direto. Sem acreditar, Ronaldo chorou na saída de campo e agora será desfalque no duelo contra o Young Boys, pela segunda rodada. De bom para CR7, hoje, só a vitória da Juve.

O juiz alemão Felix Brych conseguiu todos os holofotes no estádio Mestalla. Primeiro, expulsando a maior estrela do jogo no primeiro tempo. Depois, assinalando dois pênaltis para a Juventus - ambos justos, vale ressaltar - e um último para o Valencia, nos acréscimos (esse, talvez, um pouco exagerado). Acertando ou errando, inevitavelmente Brych acabou como protagonista da partida.

Com a vitória por 2 a 0, a Juventus fica em segundo no Grupo H, graças aos 3 a 0 do Manchester United sobre o Young Boys, em jogo simultâneo. Os Red Devils estão na liderança da chave, e os suíços seguram a lanterna. O Valencia é o terceiro.

A segunda rodada terá Juventus x Young Boys, no dia 2 de outubro, às 13h55 (de Brasília), em Turim - sem Cristiano Ronaldo em campo, é claro. O Valencia, por sua vez, encara o Manchester United, no mesmo dia, às 16h, em Old Trafford.

Fonte:
globoesporte.com
Leia Mais »

Liga dos Campeões 2018/19: Manchester United e Bayern de Munique estreiam com vitória na competição

Nada melhor do que dar a resposta no campo, não é verdade? Durante a semana, o que vem se tornando costume desde o início da temporada, martelou-se bastante o atrito entre Pogba e Jose Mourinho. Pois bem, o volante francês foi o maestro da vitória do Manchester United por 3 a 0 sobre o Young Boys nesta quarta-feira, na estreia da Liga dos Campeões. Dois gols, assistência e uma atuação de tirar os chapéu - e amenizar um pouco a polêmica.

Pogba abriu o placar do jogo aos 35 minutos do primeiro tempo. Depois do bom passe do brasileiro Fred, o volante soltou uma bomba de perna esquerda de fora da área no cantinho do goleiro Von Ballmoos. Antes do intervalo, ele ampliou cobrando pênalti com precisão.

Aos 11 da segunda etapa, Pogba puxou o contra-ataque ainda do campo de defesa e entregou na esquerda para Martial, que se livrou da marcação e bateu firme para fazer o terceiro. O jogador campeão do mundo com a França há dois meses foi substituído na metade da segunda etapa pelo brasileiro Andreas Pereira.

Com o resultado, o Manchester United saltou para a primeira posição do Grupo H, com três pontos. A mesma pontuação da Juventus, que venceu o Valencia nesta quarta, mas os Red Devils estão na frente por terem marcado mais gols: 3 contra 2 dos italianos.

O Manchester United volta a campo pela Liga dos Campeões no dia 2 de outubro para enfrentar o Valencia, às 16h (de Brasília), no Old Trafford. No mesmo dia, a Juventus recebe o Young Boys em Turim.

Bayern passa fácil pelo Benfica

Em Portugal, o Bayern de Munique não teve problemas para passar pelo Benfica. Jogando no Estádio da Luz, o time alemão venceu por 2 a 0 na estreia da fase de grupos, os gols marcados por Lewandowski e Renato Sanches. O polonês abriu o placar aos 10 minutos de jogo depois do bom passe vindo da esquerda de Alaba, e o jovem volante português ampliou no início da segunda etapa após boa jogada construída por ele mesmo - por ter sido revelado na base do Benfica, ele não comemorou e ainda foi aplaudido pela torcida.

Com o resultado, o Bayern de Munique está em segundo lugar no Grupo E, com três pontos. Isso porque o Ajax também venceu o AEK nesta rodada, mas pelo placar de 3 a 0 - ou seja, está na frente por ter mais gols pró.

Fonte: globoesporte.com
Leia Mais »

18 setembro 2018

Liga dos Campeões 2018/19: Barcelona estreia na competição com hat-trick de Messi e goleada diante do PSV Eindhoven

Se Messi esteve apagado na última partida do Barcelona, contra o Real Sociedad, no Campeonato Espanhol, a situação foi completamente diferente na tarde desta terça. O argentino brilhou na vitória do Barça sobre o PSV por 4 a 0, com direito a hat-trick, na estreia das equipes na fase de grupos da Liga dos Campeões.

O camisa 10 abriu o placar aos 30 minutos de jogo, em um belo gol de falta. Dembélé marcou o segundo, aos 29 do segundo tempo, após bela jogada individual. Depois disso, só deu Lionel. Aos 31, o argentino marcou depois de receber belo passe de Rakitic, e fechou a goleada aos 41 marcando de direita, quando o Barça já tinha um a menos no campo - Umtiti foi expulso aos 33 -, após receber enfiada de Suárez.

PRIMEIRO TEMPO

Como já é tradicional, o Barcelona começou a partida priorizando a troca de passes e dominando a posse de bola. O PSV entrou na partida disposto a se proteger e buscar pontualmente os contra-ataques. Com boas aparições de Coutinho e, principalmente, Messi, o Barça tentava articular jogadas em ambos os lados do ataque. O gol, no entanto, veio na bola parada. A equipe catalã abriu o placar após linda cobrança de falta de seu camisa 10, que acertou o ângulo direito do gol em uma pintura.

SEGUNDO TEMPO

Na última etapa, o PSV tentou criar um pouco mais de oportunidades, mas seguiu apostando nos contra-ataques para tentar igualar o placar, já que os donos da casa seguiam dominando o meio de campo. E quem balançou a rede foi o Barcelona, aos 29 minutos, Em bela jogada individual, Dembélé, no meio de dois, se livrou da marcação com lindo giro, carregou e chutou de direita no cantinho de Zoet. Dois minutos depois, Messi amplou aproveitando bonito passe de Rakitic.

Em uma partida em que tudo parecia tranquilo para o Barcelona, Umtiti trouxe um pouco de emoção ao receber o segundo amarelo e ser expulso do jogo. Apesar de estar com um a menos, o Barça não se abateu. O PSV até balançou a rede aos 37, mas Lozano estava em posição de impedimento assinalada pelo árbitro. Aos 42, Messi fechou a goleada, batendo de direita, depois de receber boa enfiada de bola de Suárez.

Além de dar um show e marcar um hat-trick, Messi bateu duas marcas na partida contra o PSV. Se tornou o jogador que mais marcou em fase de grupos da Liga dos Campeões na história, somando 63 gols - deixou para trás ninguém menos que Cristiano Ronaldo, com 60. Além disso, o argentino é o jogador que mais fez hat-tricks na competição, somando oito, e superando novamente o português, que tem sete.

Na outra partida do grupo B, a Internazionale venceu o Tottenham por 2 a 1, de virada, no San Siro. Por conta do melhor saldo de gols (quatro), o Barcelona ocupa a liderança, com os mesmos três pontos da Inter. Os Spurs são os terceiros, e o PSV fecha a classificação, com pior saldo.

PRÓXIMA RODADA DE CHAMPIONS

O próximo desafio do Barcelona na competição será contra o Tottenham, no dia 3 de outubro, em Wembley. Já o PSV enfrenta a Internazionale em casa, no mesmo dia.

Fonte: globoesporte.com
Leia Mais »

Liga dos Campeões 2018/19: Na estreia das equipes na competição, Liverpool vence o PSG em casa por 3 a 2

O Liverpool foi melhor que o PSG em Anfield. No primeiro tempo, com gols de Sturridge e Salah, os Reds chegaram a abrir 2 a 0. Mesmo com dificuldades de criar, os franceses empataram, pelos pés de Meunier e Mbappé. Contudo, ainda havia uma estrela brasileira para brilhar: nos acréscimos da segunda etapa, Firmino driblou Marquinhos e chutou cruzado, sem chances para o goleiro Areola. O gol do brasileiro, que tinha substituído Sturridge minutos antes, deu números finais à partida e fez justiça: 3 a 2 para a equipe inglesa.

Roberto Firmino não começou o jogo como titular. Ainda em recuperação de uma lesão no olho esquerdo, o brasileiro deu lugar a Sturridge e viu o substituto abrir o placar para o Liverpool. No entanto, no fim do jogo, o camisa 9 dos Reds foi a campo e decidiu. Aos 46 minutos, teve a tranquilidade para driblar Marquinhos e enfiar o pé, não dando chances para a defesa de Areola. "Bobby" Firmino, sem dúvidas, foi o destaque do jogo e se tornou o jogador com mais participações em gols na Champions desde a temporada passada – foram 18, sendo 11 gols e 7 assistências.

Neymar, Mbappé e Cavani não conseguiram comandar o PSG nesta terça-feira. Dos três, o brasileiro ainda foi o que mais tentou, mas parou na defesa adversária. Mbappé, por sua vez, até balançou as redes, após saída de bola errada de Salah. No entanto, não conseguiu criar no restante do jogo. Já Cavani, teve dificuldades e tocou poucas vezes na bola.

A OUTRA PARTIDA DO GRUPO C

De volta à fase de grupos da Liga dos Campeões 26 anos depois, o Estrela Vermelha empatou sem gols com o Napoli no outro jogo do grupo nesta terça-feira - o duelo foi realizado no Marakana, na cidade de Belgrado, na Sérvia. Ambos, portanto, somaram um ponto: o Estrela ficou na segunda posição porque o time napolitano tem mais cartões amarelos.

Após o confronto pela Liga dos Campeões, Liverpool e PSG voltarão as atenções para competições nacionais. No sábado, os Reds enfrentarão o Southampton, também no Anfield, em jogo da Premier League. Já o PSG, visitará o Rennes, no domingo, pelo Francesão.

Liverpool e PSG voltarão a campo pela Champions em outubro. No dia 3, os franceses receberão o Estrela Vermelha, enquanto os Reds visitarão o Napoli.

Fonte: globoesporte.com
Leia Mais »

Liga dos Campeões 2018/19: Após alguns anos fora da competição, a Internazionale de Milão estreia com vitória em casa diante do Tottenham

Foi com estilo e bastante emoção a volta da Inter de Milão à Liga dos Campeões. Após seis anos de ausência, os nerazzurri conseguiram uma virada incrível sobre o Tottenham, por 2 a 1, nos acréscimos, nesta terça-feira, no San Siro, em um dos jogos que abriu o Grupo B. Eriksen abriu o placar para os Spurs, enquanto Icardi, num lindo sem-pulo, aos 41 minutos do segundo tempo, e Vecino, aos 47, decretaram a vitória dos donos da casa.

A Inter, desta forma, conquista três pontos importantíssimos numa chave que deverá deixar um grande time fora do mata-mata. Tudo porque o Barcelona já arrancou com uma goleada sobre o PSV, por 4 a 0, também nesta terça, com show de Messi.

Apesar da virada e de todo o roteiro heroico, a tricampeã Inter (1964, 1965 e 2010) não fez um grande jogo e viu o Tottenham criar as melhores chances até o fim. Eriksen e Kane se entendiam bem e davam trabalho a Handanovic, que não conseguiu evitar o gol do dinamarquês aos oito minutos da etapa final – ele espalmou o primeiro chute, mas se enrolou na segunda conclusão após desvio.

A Inter já não parecia ter muitas esperanças quando Icardi, em sua partida de estreia na Champions, tirou um chutaço de fora da área da cartola para empatar. No coração e na pressão, os nerazzurri chegaram à virada após escanteio. De Vrij subiu alto e deu um passe de cabeça para Vecino desviar na pequena área.

Foram dois os brasileiros em campo: Miranda atuou os 90 minutos pela Inter, e Lucas Moura substituiu o coreano Son aos 19 do segundo tempo.

Depois do jogo, o uruguaio Vecino postou uma foto ao lado do argentino Icardi - os autores dos gols da Inter:

- Ainda sem fôlego - escreveu.

Na próxima rodada, marcada para 3 de outubro, a Inter visitará o PSV na Holanda, enquanto o Tottenham receberá o Barcelona.

Fonte: globoesporte.com
Leia Mais »

Liga dos Campeões 2018/19: Atético de Madrid e Borussia Dortmund estreiam com vitórias fora de casa na competição, enquanto que o Porto estreia com um empate fora de casa

O Atlético de Madrid estreou na Liga dos Campeões da Uefa com uma importante vitória fora de casa: 2 a 1 sobre o Monaco, de virada. O brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa marcou o primeiro da equipe madrilenha. Na Alemanha, outro brasileiro, o meia Otávio, garantiu o empate do Porto contra o Schalke 04, pelo grupo D.

Em Monaco, o time da casa saiu na frente aos 18 minutos com um gol de Samuel Grandsir. Mas Diego Costa aproveitou um ótimo passe de Griezmann aos 32 para empatar, frente a frente com o goleiro Benaglio. A virada veio ainda aos 45, com um go zagueiro Jose Gimenez, de cabeça, após escanteio cobrado por Koke.

No outro jogo do grupo A, o Borussia Dortmund também conseguiu três pontos fora de casa: 1 a 0 sobre o Brugge, com um gol meio sem querer de Pulisic, aos 40 minutos do segundo tempo - ele apertou a marcação no defensor rival e, na dividida, a bola encobriu o goleiro. Favoritos à classificação, Atlético de Madrid e Borussia largam na frente, com o time espanhol na liderança por ter feito mais gols.

No equilibrado grupo D, o Porto trouxe um empate da Alemanha na estreia. Logo no início do jogo, o lateral brasileiro Alex Telles perdeu um pênalti, defendido por Ralf Faehrmann. O Schalke saiu na frente com Breel Embolo, aos 19 do segundo tempo. Mas aos 30, em novo pênalti para o Porto, coube a outro brasileiro, o meia Otávio, marcar o gol de empate.

- Merecíamos a vitória. Lutamos para isso. Não é ruim o empate fora de casa, agora temos outros jogos importantes e vamos em busca de somar três pontos. Mas trocaria o meu gol pela vitória - afirmou Otávio após a partida, em declaração no Twitter do Porto.

No mesmo jogo, o goleiro Casillas superou o galês Ryan Giggs, ex-Manchester United, como jogador com mais temporadas na Liga dos Campeões. Agora são 20 para o espanhol.

O líder do grupo é o Galatasaray, que venceu o Lokomotiv Moscou por 3 a 0, em Istambul, com gols de Garry Rodrigues, Eren Derdiyok e Selcuk Inan.

Fonte: globoesporte.com
Leia Mais »

05 setembro 2018

Sul-Americano de Basquete Feminino 2018: Brasil perde a final para a Argentina, nos minutos finais e vê sua hegemonia na competição acabar

Foram dois tempos distintos. Dominante nos dois primeiros quartos e perdido nos últimos, o Brasil perdeu o jogo para a Argentina e a hegemonia na América do Sul. Dona dos últimos 16 títulos do Sul-Americano, a seleção brasileira caiu diante das hermanas ao levar a virada nos segundos finais e acabou derrotada por 65 a 64, ficando com o vice-campeonato do torneio classificatório para a Copa América de 2019. O revés é o primeiro desde 1984 e exibe mais uma vez o mau momento do basquete brasileiro, que já está fora do Mundial feminino da Espanha, em setembro. Antes do torneio, o Brasil via a Argentina como ameaça por ter sido derrotado pela rival em 2015 e 2017.

Em Tunja, na Colômbia, o Brasil começou muito bem, mas na reta final da partida foi muito pressionado, perdendo praticamente na última bola pelas mãos de Gretter. Clarissa, melhor jogadora do campeonato, anotou 19 pontos, 15 rebotes e quatro assistências. Na Argentina, Andrea Boquete e Macarena Rosset fizeram 13 pontos cada uma. A seleção brasileira já estava classificada para a Copa América, torneio este que dará vagas no pré-olímpico de Tóquio 2020.

Brasil começa bem, mas desanda no segundo tempo

A seleção brasileira começou muito melhor. Dominou a Argentina nos primeiros minutos e chegou a abrir 9 a 1 com Erika. Com bom aproveitamento nos arremessos, a seleção via a dobradinha Clarissa e Tainá Paixão funcionar, e aos poucos a supremacia seguia, com 15 a 4, obrigando as argentinas a pararem o jogo. O quarto inicial terminou em 17 a 8 para o Brasil.

Na sequência, as hermanas melhoraram na marcação, mas amassavam o aro, aproveitando apenas 9% das bolas de três pontos. Mesmo assim, a diferença caiu, mas a vantagem seguia sempre entre os sete e nove pontos. Victoria Llorente, que entrou no segundo quarto, anotou oito pontos, e ajudou a diminuir o prejuízo argentino, com o primeiro tempo terminando em 32 a 20 para o Brasil, com Clarissa com nove pontos, sete rebotes e duas assistências.

A volta brasileira foi muito ruim. Nos primeiros três minutos, a Argentina diminuiu, trazendo para 32 a 26. Falhando ofensivamente e sem jogar com bolas mais seguras, o Brasil viu as hermanas entrarem de vez na partida com a bola de três de Macarena Rosset: 34 a 29. Jaqueline, com duas cestas de três, deixou a situação brasileira mais tranquila, com 44 a 35. Melisa Gretter, em bola para dois pontos, manteve a esperança argentina para o último quarto, deixando tudo em 48 a 42.

As hermanas seguiram a pressão no quarto derradeiro. Com três minutos, trouxeram para 50 a 47. E o drama seguiu, com o Brasil chegando aos 25 desperdícios de bola. Com o placar em 58 a 55, faltando 2min36s, Clarissa pegou o rebote defensivo e foi para os lances livres. Anotou ambos e deu certa tranquilidade às brasileiras. Mas, no minuto final, Andrea Boquete, em bola de três empatou a partida em 60 a 60. Nervoso, o Brasil falhou demais, e com o jogo em 64 a 64, Erika errou a arremesso, dando a bola para as argentinas. Gretter, então, conseguiu a falta e foi para o lance livre. Acertou o segundo e Rafaela, do meio da quadra, perdeu a chance da vitória. Título argentino e fim da hegemonia brasileira.

Fonte: globoesporte.com
Leia Mais »

04 setembro 2018

Taça Libertadores 2018: Confrontos, datas e horários das quartas de finais definidos

Conmebol divulgou nesta sexta-feira (31/08) as datas e os horários das partidas das quartas de final da Taça Libertadores.

Veja abaixo a tabela completa (todos os horários são de Brasília):

(Imagem: twitter oficial da Conmebol)

Jogos de ida:

18/09 - Atlético Tucumán x Grêmio - 21h45

19/09 - Boca Juniors x Cruzeiro - 21h45


19/09 - Independiente x River Plate - 19h30

20/09 - Colo-Colo x Palmeiras - 21h45

Jogos de volta:

02/10 - Grêmio x Atlético Tucumán - 21h45

02/10 - River Plate x Independiente- 19h30

03/10 - Palmeiras x Colo-Colo - 21h45

04/10 - Cruzeiro x Boca Juniors - 21h45


O Grêmio é o primeiro brasileiro a estrear, dia 18 de setembro, contra o Atlético Tucumán, às 21h45 (de Brasília), na Argentina. O jogo da volta será em 2 de outubro, no mesmo horário, em Porto Alegre.

No dia 19, é a vez do Cruzeiro, diante do Boca Juniors, também às 21h45, em Buenos Aires. O segundo confronto está marcado para 4 de outubro, no mesmo horário, em Belo Horizonte.

Por fim, o Palmeiras enfrenta o Colo-Colo, dia 20 de setembro, às 21h45, em Santiago. A partida em São Paulo será em 3 de outubro, às 21h45, na arena do Verdão.

Fonte: globoesporte.com

Leia Mais »