13 maio 2017

Copa Sul-Americana 2017: São Paulo empata em casa e dá adeus a competição

Só resta o Campeonato Brasileiro para o São Paulo em 2017. Depois de cair na semifinal paulista e não avançar às oitavas de final da Copa do Brasil, o São Paulo foi eliminado na primeira fase da Sul-Americana ao empatar no Morumbi por 1 a 1 com o modesto Defensa y Justicia, que fazia sua primeira atuação na história fora da Argentina.

Passados 17 dias e 13 treinos, a equipe dirigida por Rogério Ceni precisava de uma vitória simples na noite desta quinta-feira para se classificar no torneio continental, depois de ter empatado por 0 a 0 fora de casa, em abril. Não foi o que aconteceu.

Após a eliminação, antes de Rogério Ceni falar no Morumbi, o diretor executivo do Tricolor, Vinícius Pinotti, bancou a permanência do técnico:

– É óbvio que o resultado não era o que a gente esperava, é decepcionante. Mas o apoio (ao Rogério Ceni) é total. A gente acredita em oportunidade. O São Paulo não tem intenção de trocar de técnico o tempo inteiro. O trabalho dele é muito sério, os jogadores estão muito fechados com ele. Não temos a menor dúvida de que vamos dar a volta por cima no Brasileiro. O resultado não agrada, mas o que a gente promete à torcida é muito trabalho. Ele não veio para passar quatro meses e sair. Isso é bobagem. Ele é inquestionável – afirmou Pinotti.

PRIMEIRO TEMPO

Foram nove minutos de pressão e muito boa impressão por parte do São Paulo. Um gol corretamente anulado com menos de 30 segundos, marcado por Pratto após passe de Cueva, e um belo gol de Thiago Mendes, em chute de fora da área que contou com desvio no meio do caminho e alguma ajuda do goleiro adversário.

Depois disso, apesar da posse de bola, o time brasileiro foi inferior. Renan Ribeiro fez duas defesas em menos de um minuto, mas não evitou o empate aos dez minutos, quando Lucão – que mais tarde quase fez gol contra – furou uma tentativa de corte no meio da área, e Castellani enfiou o pé na bola para balançar a rede.

SEGUNDO TEMPO

Na volta para o segundo tempo, o cenário pouco mudou. Com uma marcação incansável e à base de contra-ataques, o Defensa y Justicia era a equipe que mais levava perigo. Aos 19 minutos, em outro erro de Lucão, Elizari teve grande chance de virar e chutou em cima de Renan Ribeiro. O gol perdido, porém, não fez falta aos argentinos.

A desorganização dos donos da casa e o apito final resultaram em vaias e na terceira eliminação do São Paulo na temporada. O time volta a campo já no domingo, quando estreia em sua quarta e última competição no ano ao enfrentar o Cruzeiro, no Mineirão.

Na entrevista coletiva pós-jogo, visivelmente irritado com algumas perguntas, Rogério Ceni explicou o que achou da terceira eliminação tricolor no ano:

– Não acho que foi vexame, mas quem quer que fosse o adversário, a gente vem aqui sempre para vencer jogos. De 12 partidas aqui, perdemos duas já. Não perdemos hoje, mas não conseguimos a classificação.

Fonte: globoesporte.com

Nenhum comentário: