09 fevereiro 2017

Copa do Brasil 2017: Vasco estreia com vitória diante do Santos-AP e avança para a próxima fase da competição

Apesar do grande número de oportunidades desperdiçadas, o Vasco venceu o Santos-AP por 2 a 0, nesta quinta-feira, na Arena das Dunas, em Natal, e está classificado para a segunda fase da Copa do Brasil. Os gols foram marcados pelo camisa 10 Nenê, em cobranças de pênalti, ambos sofridos por Guilherme. A partida marcou a estreia de Kelvin e Gilberto, que tiveram uma atuação que dá uma boa perspectiva aos torcedores cruz-maltinos.

O adversário do Vasco na segunda fase sairá do confronto entre Fast-AM e Vila Nova-GO. As equipes se enfrentam na próxima quinta-feira, na Arena da Amazônia.

Primeiro tempo

Foi praticamente um ataque contra defesa. Desde o início, o Vasco imprensou o Santos no campo de defesa a passou a criar chances em sequência, especialmente nos ataques pelo lado esquerdo. O meia Guilherme, um dos principais destaques, começou com um chute no travessão. Depois, entrou na área e foi derrubado com um pontapé pelo zagueiro Dedé: pênalti. Nenê cobrou bem e abriu o placar para os vascaínos. Sem sofrer muito perigo do Santos, a equipe ainda perdeu oportunidades, como o chute torto de Alan da entrada da área.

Segundo tempo

No segundo tempo, Cristóvão Borges colocou Muriqui e o estreante Kelvin nos lugares de Thalles e Escudero. Uma formação mais rápida, com muita movimentação pelos lados do campo. Gilberto também estreou, e em seu primeiro lance criou uma das melhores jogadas. Ele passou por dois marcadores, mas, na hora de cruzar, mandou forte demais para Guilherme. Na sequência, Kelvin tabelou com o lateral e por pouco não fez o segundo gol cruz-maltino. O atacante teve pelo menos mais chances chances claras, mas desperdiçou. Em uma delas, Nenê cruzou na medida, e ele desviou de cabeça para a defesa do goleiro Axel. Para fechar o placar e selar a classificação, mais um pênalti em cima de Guilherme. Nenê cobrou bem novamente e fez 2 a 0.

Gilberto e Kelvin dão velocidade ao time

Os estreantes Gilberto e Kelvin foram bem e dão esperança aos torcedores. O lateral incendiou o lado direito de ataque e conseguiu alguns bons lances individuais, que se tornaram boas oportunidades de gol. O atacante mostrou muita mobilidade, bom entendimento com Nenê e Gilberto. Só faltou caprichar nas finalizações.

Nenê e Guilherme decisivos

Nenê marcou os dois gols vascaínos, ambos em pênaltis sofridos por Guilherme. O meia teve mais uma boa atuação neste início de temporada e ganha mais pontos com o técnico Cristóvão Borges. A equipe mostrou mais uma vez sua força nas bolas paradas: dos 11 gols marcados no ano, oito foram neste tipo de lance.

Fonte: globoesporte.com



Nenhum comentário: