31 maio 2015

Copa da França 2014/15: PSG vence o Auxerre e conquista a Copa da França

Soberano, imbatível, hegemônico. O Paris Saint-Germain, definitivamente, não tem adversários na França. Tricampeão francês e bi da Copa da Liga, o time da capital conquistou, neste sábado, o único título nacional que faltava desde a chegada dos investimentos do xeque Nasser Al-Khelaïfi: a Copa da França. O uruguaio Cavani foi o herói, com um gol de cabeça que decretou a vitória por 1 a 0 sobre o modesto Auxerre, da Segunda Divisão, no Stade de França. Foi a nona vez que o clube levantou o troféu em sua história. Além da Tríplice Coroa, a Supercopa, que abre a temporada, também foi parar no Parque dos Príncipes. Sem rivais a altura em casa, chegou a hora de olhar para Europa.

O gol não tornou Cavani somente o herói do título, mas também no maior artilheiro da equipe na temporada. Estrela da companhia, Ibrahimovic teve atuação apagada e viu o companheiro de ataque balançar as redes pela 31ª vez, um a mais que o sueco - que, é bom lembrar, esteve em campo menos vezes: 53 a 37. O uruguaio deixou sua marca 18 vezes na Liga, quatro na Copa, três na Copa da Liga e seis na Champions League, competição que passa a ser ainda mais a grande obsessão dos parisienses. Neste ano, foram eliminados nas quartas de final pela terceira vez seguida, diante do Barcelona.

TÍTULO SEM FAZER FORÇA

Com David Luiz, Thiago Silva, Maxwell, Thiago Motta e Lucas como titulares, o PSG começou a partida em ritmo lento. Na verdade, se manteve assim por praticamente todo o primeiro tempo. Ciente do abismo técnico que separava as duas equipes, trocava passes como se o gol fosse sair a qualquer momento, mas não saiu. Nas poucas finalizações do time de Paris, o goleiro León apareceu bem, fosse saindo do gol em cruzamentos ou abafando em finalizações.

Na melhor oportunidade, Thiago Motta chutou da entrada da área e acertou a trave. Apesar de muito recuado, o Auxerre tentava levar perigo em contra-ataques puxados pela dupla Sammaritano e Diarra. Nada que assustasse Douchez.

No segundo tempo, o panorama mudou. Por mais que não tivesse uma grande atuação, o Paris Saint-Germain ao menos demonstrou mais intensidade. Marcando a saída de bola do adversário, se mantinha no campo de ataque e apelava para bolas aéreas. Em boa jogada pela esquerda, Maxwell cruzou na medida para Cavani cabecear forte. León fez a defesa com reflexo.

Pouco depois, aos 18, não teve jeito. Do outro lado do campo, Van der Wiel levantou também com precisão, e o uruguaio testou firme para abrir o placar. O Stade de France explodiu em festa. A partir daí, a partida voltou a ficar em ritmo lento. Depois de uma temporada desgastante, o PSG administrava a vantagem, enquanto o Auxerre buscava forças onde não tinha para tentar reagir. Já aos 30, a torcida da casa gritava "Olé" e assim foi até o apito final. Na França, ninguém é páreo para o time do xeque.

Parabéns ao PSG pela conquista da Copa da França 2014/15!!!!

Fonte: globoesporte.com

Nenhum comentário: