20 abril 2015

Campeonato Paulista 2015: Santos vence o São Paulo e fará a final da competição contra o Palmeiras

Com um golaço de Geuvânio e um certeiro de Ricardo Oliveira, o Santos venceu o São Paulo por 2 a 1, na noite deste domingo, na Vila Belmiro, e garantiu a vaga na final do Paulistão. Luis Fabiano ainda diminuiu aos 42, mas o visitante não conseguiu empatar.

Nas últimas quatro vezes em que os dois times se enfrentaram em semifinais do Paulistão, o Santos levou a melhor em todas e eliminou o São Paulo em 2010, 2011, 2012 e agora em 2015. O Peixe enfrenta agora o Palmeiras na final em duas partidas, marcadas para os dias 26 de abril e 3 de maio. O Tricolor passa a se dedicar exclusivamente à Taça Libertadores.

O JOGO

No primeiro tempo, o Santos mostrou mais iniciativa no ataque, sempre abusando da velocidade. Robinho soltou uma bomba, exigindo uma bela defesa de Rogério Ceni. O Tricolor cadenciava mais o jogo, e também chegou à área adversária em chances com Denilson e Wesley.

Mas o time mais ousado foi premiado com um gol: aos 35 minutos, Geuvânio deu uma arrancada do campo de defesa até a entrada da área são-paulina e soltou a bomba: 1 a 0 para o Santos, com um golaço do camisa 11. O atacante, que foi bastante exigido fisicamente durante todo o primeiro tempo, chegou a passar mal. Sentiu tonturas e vomitou em campo. Mas voltou melhor para o segundo tempo.

O São Paulo começou a etapa final com Luis Fabiano no ataque, com o objetivo de ser mais ofensivo. Mas quase viu o Santos fazer o segundo com uma ajuda involuntária do árbitro Raphael Claus. O juiz atrapalhou Denilson em uma jogada, e a bola sobrou pra Geuvânio, que passou para Ricardo Oliveira. O atacante chutou cruzado, e a bola raspou a trave direita de Rogério Ceni. Claus respirou aliviado!

Ricardo Oliveira desperdiçou também a segunda chance carimbando a trave e levantando a torcida. Mas não deixou passar a terceira: aos 30 minutos, Chiquinho invadiu a área e tocou para Ricardo Oliveira, sozinho, completar para o gol: 2 a 0. O atacante, agora com 10 gols, é o artilheiro do Paulistão.

A torcida santista já gritava "olé", quando, aos 42 minutos do segundo tempo, Luis Fabiano diminuiu para o São Paulo. O atacante estava impedido, mas a arbitragem não viu. O Tricolor botou fogo nos minutos finais da partida, mas não conseguiu empatar. Santos e Palmeiras estão na final do Paulista.

Fonte: globoesporte.com

Nenhum comentário: